Universidade do Minho

A Universidade do Minho é uma universidade pública com autonomia administrativa e financeira. Foi fundada em 1973 e iniciou a sua atividade académica em 1975/76.

Localizada na região do Minho, conhecida pela significativa atividade económica e pela juventude da sua população, a Universidade do Minho tem 2 campus: um campus localizado em Braga e o outro em Guimarães. A Universidade do Minho tem hoje cerca de 19000 estudantes de cursos conferentes de grau, dos quais cerca de 6200 frequentam mestrados e doutoramentos (não considerando os mestrados integrados), o que revela a sua grande capacidade de atração de estudantes e a sua afirmação como Instituição de formação académica de alto nível.

No ano letivo 2014/15 estiveram em funcionamento 58 licenciaturas e mestrados integrados, nos regimes normal e pós-laboral, 112 mestrados, 50 doutoramentos, 1 curso de especialização de pós-licenciatura, 6 cursos de formação especializada e 3 cursos de complemento de formação superior para a qualificação profissional para a docência. A Universidade do Minho possui 11 Unidades Orgânicas de Ensino de Investigação (UOEIs- Escolas e Institutos) organizadas em Departamentos e Unidades de Investigação (UIs). Os Departamentos são estruturas permanentes para gerar e transmitir conhecimento no contexto de uma área científica ou conjunto de áreas do saber. As Unidades de Investigação, referidas como Centros de Investigação, gozam de autonomia científica e estão estruturadas de acordo com áreas específicas do conhecimento.

A produção científica tem vindo a intensificar-se, pelo, que em, 2014 o número de artigos referenciados no ISI WoS foi de 1.379 e na Scopus de 1.736. As citações aos artigos da UMinho têm vindo a crescer significativamente nos últimos anos.

A UMinho é uma das melhores universidades do mundo com menos de 50 anos. Em 2015, a UMinho subiu 11 posições no ranking mundial Times Higher Education 100 Under 50 e mantém, pelo terceiro ano consecutivo, a liderança entre as universidades portuguesas. A UMinho é também a melhor Universidade Portuguesa no ranking Global do Times Higher Education, que lista as 400 melhores Universidades do Mundo. Aparece também muito bem classificada nos diversos parâmetros do ranking 2015 CWTS de Leiden, o mais conceituado ranking bibliométrico (qualidade das publicações científicas e citações) a nível Mundial. A Universidade do Minho ocupa ainda a segunda posição entre as instituições de ensino superior portuguesas no ranking global U-Multirank 2015, tendo 11 indicadores classificados com nota máxima (categoria A – Muito Bom), destacando-se nas dimensões da investigação, internacionalização e envolvimento regional.

LIP

O LIP – MINHO resulta de uma parceria do Departamento de Física e o Laboratório Associado LIP Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas. As suas principais atividades são desenvolvidas no âmbito da grande colaboração com o CERN. Foi também criado o pólo da UMinho do Laboratório Associado INESC Porto, em parceria com o Centro de Investigação HASLab (High Assurance Software Laboratory).

A UMinho está ainda representada em 2 Laboratórios Associados nas áreas das nanoestruturas, nanomodelação e nanofabricação I3N (Institute of Nanostructures, Nanomodelling and Nanofabrication) – através do IPC (Instituto de Polímeros e Compósitos) e da biotecnologia e do bioengenharia através do CEB – Centro de Engenharia Biológica.

A UMinho tem assumido na ligação ao tecido sócio-económico, uma intervenção preponderante, nomeadamente ao nível da inovação e desenvolvimento tecnológico. Neste contexto, assume especial relevância a valorização do conhecimento com base na gestão de propriedade intelectual, domínio em que a UMinho é uma das Universidades Portuguesas com mais patentes registadas. No âmbito dos projetos em co-promoção (QREN & ADI), a Universidade do Minho viu aprovados 73 projetos, num total de 21.7 milhões de euros de investimento. De relevar o projeto da UMinho – Escola de Engenharia, em colaboração com a BOSCH, HMIEXCEL I&D crítica em torno do ciclo de desenvolvimento e produção de soluções multimédia avançadas para automóvel? cujo valor total é de cerca de 7M€.

É, também, uma das universidades com mais spin-offs, resultantes de trabalho de investigação da sua comunidade académica. Estes indicadores traduzem, no seu conjunto, o resultado do esforço da Universidade na consolidação do seu percurso como universidade de investigação.